O Facebook em papel

A operadora de telefonia francesa Bouygues Telecom criou o app “Flashback Book”, um aplicativo que permite que os usuários criem livros baseados em seus status e fotografias do Facebook, com a inclusão de até 10 amigos e um período de tempo determinado. Uma hora após o lançamento da campanha de promoção, pela DDB Paris, a edição limitada de mil exemplares esgotou.

Para aqueles que ainda tinham dúvidas da influência que um produto pode ter nos comportamento sociais, aqui uma resposta: independentemente de gostar ou não, o Facebook mudou as relações sociais de milhares de pessoas.

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta

A revolução do marketing

Criatividade é tudo.

Vi esse vídeo no Youtube e tive que postar aqui. A criatividade dos publicitários da Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing foi fantástica nessa ação, que aconteceu na capital do país europeu, Lisboa.

Félix, o mendigo

O briefing: aumentar em 20% o número de doações recebidas por Félix, mendigo do centro da cidade portuguesa que ganhava €20, pedindo esmolas na frente de uma igreja.
A ideia: “criar um argumento emocional para incentivar o aumento das doações”.

O resultado? Nem preciso dizer que choveu grana na caixinha do mendingo.

Deixe um comentário

Arquivado em Histórias curtas

Quanto vale um @?

A maior rede social do planet, que possui mais de 600 milhões de usuários cadastrados comprou o domínio fb.com por US$ 8,5 MILHÕES de dólares. Esse domínio pertencia a uma entidade sem fins lucrativos até o mês de novembro de 2010.
Facebook

Facebook - A gigante das redes sociais

Há alguns meses o Facebook anunciou uma nova versão de seu serviço de mensagens, fazendo conexão com SMS, comunicadores instantâneos, chat e email tudo na interface Facebook Messages. A ideia é que a rede de Mark forneceria uma conta de email para cada usuário com domínio facebook.com, algo como fulano@facebook.com, mas devido a seus empregados já utilizarem o domínio  em suas contas corporativas e para não causar confusão, não foi aceito.
A solução então foi criar o domínio fb.com, que pertencia a uma tal de American Farm Bureau Federation, por este motivo Zuckerberg acabou comprando o domínio pelo troco de $ 8,5 milhões (de dólares, of course!)Em 2005 o Facebook comprou por US$ 200 mil dólares o domínio atual (facebook.com) e o nome da rede era The Facebook.
=/ Queria um marcus.lima@facebook.com
Veja entrevista com o Mark Zuckerberg, dentro do Facebook

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta

2011 já começa velho

Hoje o dia começou como todos os dias primeiros. Aquele céu de ressaca, nublado e vazio. A posse da presidente Dilma pode ter sido debaixo d’água, os fogos nas capitais foram praticamente todos iguais, mudando apenas a quantidade de toneladas de explosivos ou os músicos, mas não para os criativos que fizeram tão bela obra de arte.

Ontem foi apresentada a marca dos jogos olímpicos de 2016, no Rio. Com certeza melhor que a marca das olímpiadas de Londres e mais criativa que a da copa de 2014.

Bom, acredito que em 2014 eu não esteja no Brasil para ver a copa nem no Rio para conferir as olímpiadas em 2016. Mas essa será a marca que estará na vitrine do mundo nos próximos seis anos.

O ano já começou velho. Idade? 2016

Espia aí a criação da marca:

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta

I’m alive… is so strange to be alive

Há muito tempo não passo aqui para dizer como anda a minha vida. O ano está acabando e finalmente me sobrou tempo para tirar a poeira que deixei acumular no velho Pensamentos em Trapos.

Para 2011 vários projetos serão iniciados. Não prometo terminá-los todos ainda em 2011, mas com certeza vocês me terão por mais alguns longos anos.

Espia aí a música da Emily Loizeau, cantora francesa que descobri esse ano. Essa música diz exatamente tudo que quero deixar no blog no final de 2010.

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta

Venez comme vous êtes

A franquia francesa da rede de fast food “Mc Donald’s” realizou a campanha “Venez comme vous êtes”, ou “Venha como você é”. Neste, a cena se passa, óbvio, dentro uma lanchonete do Ronald. Observamos um garçon falar ao celular, segurando uma foto, e olhar para um dos rapazes da imagem. O olhar e as expressões demonstram carinho sem precisar de um roteiro escrito.

Após desligar o telefone, o pai do garoto chega com os lanches e comenta a respeito da foto e de sua época de colégio. Diz ao filho que as meninas davam em cima dele e que é uma pena que na sala dele só tenha homens. O garoto olha com ironia e dá um sorriso. No fim da propaganda, aparece a frase: “Venha como você é”.

Confira:

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta

Dói de qualquer jeito

Um, dois e… quando me dou conta, já fui, me joguei antes de contar até três. Disse o que não era para ser dito, fiz coisas que não era para ter feito; Me arrebento rápido. Nem dói de tão ligeiro. Mentira, dói de qualquer jeito!

(Martha Medeiros)

Deixe um comentário

Arquivado em Drops de Menta